27 de jan de 2010

CASA DE FERREIRO ESPETO DE PAU

Essa é uma das entradas da Usina de Asfalto de Rio Branco, comprada no ano de 2000 pelo governo do estado. A Usina tem capacidade para produzir 100 toneladas de asfalto por dia. Se na entrada da usina é assim, pelo jeito quem mora nas áreas de periferia e na lama, vai ter de esperar muito. Como diz o dito popular: "CASA DE FERREIRO ESPETO DE PAU".


A Usina surgiu como sensdo a redenção para os problemas urbanos, como a lama e buracos. Hoje esta pratiamente abandonada e produz menos de 50% de sua capacidade para atender as demandas do Deracre. O asfalto só é liberado mediate convênio e não existe nenhum contrato com a prefeitura de Rio Branco segundo informou o Operador da Usina, que hoje está praticamente entregue aos urubus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário