9 de out de 2009

PF sem pistas do blogueiro tarado


A Policia Federal do Acre ainda não tem pistas, mas continua nas investigações para descobrir quem é o blogueiro que vem ridicularizando mulheres acreanas, expondo suas fotos nuas na internet. Desde segunda-feira [5/10] quando o o blog foi denunciado, o endereço na web já teve mais de 20 mil acessos.
O serviço de inteligência da PF no Acre disse que já fez contato com a Google para evitar que o acusado tire a página do ar antes que ele possa ser identificado. Para isso especialistas em computação estão fazendo o rastreamento do endereço do IP.

Até o momento nenhuma das meninas que aparecem nas fotos despidas e em vídeos eróticos procurou a polícia para denunciar o “blogueiro tarado”. Mas uma delas, deixou um comentário na página onde aparece fazendo sexo: “puta que pariu, to fudida. Eu te mato seu corno. quando tu tava me..., dizia que me amava né, agora faz isso comigo filho da puta.”

MPE admite que apuração de denúncia no Lar dos Vicentinos foi superficial


Depois que ac24horas levou o conhecimento da sociedade, as denúncias de maus tratos, extorsão, trabalhos forçados e até abuso sexual dentro do único abrigo no Acre para idosos, os Ministérios Públicos Federal e Estadual manifestaram-se de maneira divergente sobre o caso.

De um lado, o MPF disse através da sua assessoria de comunicação, que já haviam recebido a denúncia dos próprios internos e familiares fazia três meses. Para averiguar o que de fato estava acontecendo na casa de caridade, foram enviados técnicos, que constataram o que a reportagem mostrou nesta manhã de quinta-feira [08/10] e muito mais. As autoridades do MPF no Acre encontraram idosos totalmente despidos pelos corredores e até na frente da casa, causando constrangimento para quem passava numa das maiores avenidas de Rio Branco – Nações Unidas -, onde o Lar Vicente de Paulo fica localizado . Outra constatação dos técnicos foi a de que os idosos usam uma mangueira totalmente sem higiene para tomar banho e não em banheiros apropriados para pessoas da terceira idade ou incapacitadas.

Constatado as denúncias, segundo ainda a assessoria MPF, a procuradoria da república chegou a conclusão de que o caso seria da competência do Ministério Público Estadual. E assim, no dia 7 de agosto deste ano o MPE foi informado, com recomendações de tomar medidas urgentes para acabar com o sofrimento e descasos constatados no abrigo.

Mas apesar da constatação dos técnicos do MPF, para a nossa surpresa, a Promotora de Justiça Cidadania e Saúde, Dra. Gilcely Evangelista, disse que “as denúncias feitas pelo interno Milton Pereira são infundadas”. Contudo, ela admitiu que “a falta de pessoal de apoio para apurar as muitas denúncias que chegam todos os dias, acabam atrapalhando uma investigação mais aprofundada dos casos, principalmente dessa gravidade”.

“Meu filho, aqui eu respondo por duas promotorias e como você mesmo pode ver, somente essa moça aqui ao meu lado – a socióloga Gislene Sabóia - é quem vai fazer as visitas quando as denúncias chegam”, disse a promotora tentando justificar porque o Ministério Público Estadual não sugeriu mudanças e nem achou culpados para as denúncias.

Ainda muito surpresa com a reportagem publicada em ac24horas, que flagrou por meio de fotografia dezenas de cartões de benefícios e de aposentadorias dos idosos sobre a mesa do administrador Raimundo Borges, a promotora disse que vai pedir a abertura de um inquérito policial imediatamente para investigar o caso e se constatado que o administrador não possui o que a lei chama de CURATELA [um instituto que visa a proteção da pessoa e o regimento ou administração de seus bens], o administrador será preso e o abrigo passará por uma ação de interdição.

Mas apesar do posicionamento dos ministérios, a situação no Lar dos Vicentinos de Rio Branco continua a mesma, ou talvez pior, pois durante a visita de nossa reportagem ao abrigo, na quarta-feira, 7, por várias vezes o administrador insinuou punir quem informou a imprensa sobre os desmandos.

Idosos são enganados e estuprados


Um mar de lama cerca a atual administração do Lar dos Vicentinos. As denúncias que já são de conhecimento do Ministério Público Federal, vão desde extorsão, maus tratos, trabalhos forçado e até abuso sexual contra os idosos internos .

A denúncia feita por um dos internos contra o administrador Milton Pereira de Souza, diz que os desmandos administrativo são inúmeros. O denunciante contou à ac24horas, que constantemente "os idoso são espancados além de terem os seus benefícios confiscados pelo administrador da casa e até pelos parentes, que coincidentemente também são funcionários do Lar Vicentinos.

Seu Milton conta ainda, que de todas as doações que chegam no Lar dos Vicentinos, "se for coisa boa [tipo roupa de cama, toalhas e até mesmo alimentos] nunca chega aos velhos aqui do abrigo. Eu só posso fazer juízo de que eles levam essas coisas para a casa deles ou vendem", denuncia.

Outro interno que pediu para não ter o nome relevado, por medo de sofrer alguma represália, disse que é obrigado a trabalhar no Lar, sob ameaça de ser mandado embora. Ele conta que "aqui no Acre não tenho parentes e se for mandado embora, tenho medo de morar na rua como um mendigo". Ele também confirmou as denúncias feitas por seu Milton e disse que os idosos que vivem em cadeiras de rodas e não podem se mobilizar, as vezes sofrem até abuso sexual, por outro idoso. "Os enfermeiros mesmos podem confirmar o que digo; nós internos e eles mesmo estão cansados de pegarem ele despido encima dos outros velhos tentando estuprá-los".

O atual coordenador da casa, o senhor Raimundo Borges de Melo, confirmou em parte as denúncias de abuso sexual e admitiu que alguns cartões de benefícios ficam em seu poder e que o salário integral de alguns dos 58 internos do abrigo Lar dos Vicentinos ficam na administração para ajudar nas despesas do cuidado deles.

Perguntado pela reportagem de ac24horas se estar usando sua administração como um cabide de emprego para parentes, ele disse que apenas um neto e uma sobrinha dele são funcionários, mas que dos R$ 800,00 que ele ganha de salário para administrar "a casa de caridade" tira 300 reais para o pagamento da sobrinha para ajudá-lo a cuidar das finanças.

Sobre a mesa dele, foi possível verificar durante a reportagem dezenas de cartões de benefícios e de aposentadorias dos idosos. Indagado sobre do que se tratava aquele amontoado de documentos, seu Raimundo confirmou que são os cartões que ele retém dos velhinhos, mas que o dinheiro é repassado a eles. Mas a sua versão foi desmentida por ao menos quatro internos entrevistados pela reportagem.

Os idosos contam que quando muito vêem do dinheiro, não chega a ser R$ 40,00. "Eu não acredito que o salário de um velho aposentado seja apenas esse valor", desconfia o interno Milton em tom de revolta.

Raimundo Borges se defende das acusações de apropriação indébita dizendo que assumiu a pouco tempo a administração do Lar dos Vicentinos. Ele prefere colocar a culpa na administração passada. Ele não quis dizer o nome da antiga administradora, mas ficamos sabendo pelos internos que ela é conhecida como Dona Dilma.

Sobre as doações que chegam no Lar e que segundo os idosos não são para uso deles, Raimundo Borges diz que "as coisas sumiram porque a casa já foi assaltada quatro vezes".

6 de out de 2009

Estado recorre na justiça contra menina de apenas 13 anos

O drama da vida contra a morte continua para a menina Karina, de apenas 13 anos. Ela sofre com um tipo raro de diabetes e precisa tomar até 15 injeções ao dia para sobreviver e ainda ser furada na ponta dos dedos de hora em hora para medir o grau de Glicose [açúcar no sangue]. Uma pessoa normal, por exemplo, tem entre 70 e 110 de açúcar no sangue. O nível que Karina apresenta no aparelho glicêmico chega a medir até 589.


Um ato de desespero
A mãe de Karina, Claudia Patrícia Menezes teve de entrar na justiça contra o estado para adquirir um aparelho - Sistema de Infusão Contínua de insulina. Ele evita as injeções e aplica automaticamente a quantidade necessária de insulina no organismo do portador da patologia.

"Foi a única alternativa que eu encontrei para poder amenizar o sofrimento e a dor da minha filha. Nós não temos condições de comprar esse aparelho que custa aproximadamente R$ 12 mil e o que ganhamos mal da para sobreviver e comprar a medicação dela", relata.

A doênça
Karina, sofre com uma das formas mais raras da Diabetes do tipo 1 e ainda desenvolveu a Síndrome de Mauriac que a obriga a tomar a medicação a base de injeções de hora em hora e as vezes até em menos tempo.

Após analisar a petição e comprovar a veracidade dos laudos apresentados, no último dia 24 de setembro a juíza Regina Longini, condenou o estado a comprar o aparelho e fazer a doação para a pequena Karina.


Estado condenado
Na condenação pela justiça, o estado teria um prazo de 10 dias para comprar o Sistema de Infusão Contínua e em caso de desobediência, pagar multa diária no valor de R$ 2 mil. Esse prazo venceu no domingo [04/10] e para a surpresa da mãe de Karina o estado não cumpriu a determinação e ainda recorreu da sentença.

Sofrimento, decepção e esperança

Emocionada, ao saber da notícia, num desabafo ela disse que: "nunca pensei que existissem seres humanos que agissem dessa maneira. Ainda mais pessoas do governo que se dizem do bem. Eu só estou lutando pela vida da minha filha nada mais. Eu só quero vê-la sorrir novamente e que ela tenha uma vida normal como todas as crianças. Ela é uma menina linda e eu sinto, apesar de todo esse sofrimento, que ela quer continuar vivendo", disse em lágrimas a mãe de Karina.

Segundo dona Cláudia, o quadro de saúde de Karina vem se agravando a cada dia. Ela conta que além dessa medicação para combater a diabetes, a menina sente fortes dores na cabeça e o vômito é constante. Ela precisa estar tomando Dramim, Buscopan além de soro para manter-se hidratada.

Dona Cláudia diz que jamais vai desistir de ver a sua filha feliz. "Enquanto existir um sopro de vida em mim e na Karina, eu vou continuar lutando pela felicidade dela. Amanhã mesmo vou entrar novamente com um novo requerimento para que a justiça seja feita", garantiu.