19 de fev de 2011

É os santinhos na berlinda..

MPE pede cassação de governador, vice, senador e suplentes do Acre

O Ministério Público Eleitoral (MPE) apresentou recurso contra expedição do diploma do governador do Acre, Sebastião Afonso Viana Macedo das Neves, do vice Carlos Cesar Correia de Messias, do senador Jorge Ney Viana Macedo Neves e dos suplentes, Nilson Moura leite Mourão e Gabriel Maia Gelpke. 

Em dezembro do ano passado, a Procuradoria Regional Eleitoral no Estado do Acre ajuizou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra os candidatos eleitos em virtude de supostos atos abusivos e ilícitos na utilização dos meios de comunicação. Consta na ação que os denunciados, que optaram por realizar campanha conjunta, teriam, ainda, em favor de suas candidaturas, utilizado servidores de empresas privadas que executavam serviços ao estado do Acre, na divulgação e realização de campanhas.

Segundo o MPE, eles teriam conduzido a linha editorial dos periódicos de grande circulação e de canais de rádio e televisão locais, fortalecendo as imagens por meio de matérias jornalísticas positivas, dirigindo críticas aos oponentes.

Ainda de acordo com o MPE, o Governo do Estado do Acre, por meio da empresa de publicidade Companhia de Selva Criação e produções Ltda., destinou publicidade e recursos financeiros a todos os principais jornais efetuando pagamentos por meio de interpostas pessoas jurídicas.

O recurso cita também um estudo analítico das matérias veiculadas no período de campanha eleitoral (julho/setembro), em que os jornais "A Gazeta", "O Rio Branco", "A tribuna" e a "Rádio e TV Aldeia" teriam divulgado matérias claramente a favor dos acusados e, em contrapartida, prejudicando e fragilizando as imagens dos candidatos adversários.
No dia 1º de outubro, apenas dois dias antes das Eleições 2010, teria sido veiculada uma reportagem especial sobre a importância e os desafios da BR-364, qualificando-a como "a melhor obra do governo Acre", aponta o MPE.
Em relação aos fatos de abuso de poder econômico, durante a campanha dos candidatos majoritários, inúmeros eventos teriam contado com a participação de servidores, convocados por superiores, diz a ação. Em setembro de 2010, foi realizada uma reunião com 1500 educadores da rede pública de ensino. Na ocasião, o governador Arnóbio Marques teria chamado ao evento diretores, supervisores e coordenadores pedagógicos para prestar apoio para os representados.
Segundo o MPE, em julho de 2010, foi realizada uma reunião com a presença de 500 servidores municipais que teriam atendido o convite do prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim para se engajar na campanha para eleição dos eleitos representados.
Ainda de acordo com o MPE, os servidores que participaram ativamente de carreatas e comícios, priorizando as atividades partidárias em detrimento do interesse público, foram remunerados pelo Estado.
Para o MPE, "todos os candidatos recorridos foram coautores dos abusos de poder, agindo dolosamente e com domínio funcional dos fatos, usufruindo conscientemente dessas medidas."
De acordo com o artigo 237, do Código Eleitoral, "a interferência do poder econômico e o desvio de poder de autoridade, em desfavor da liberdade do voto, serão coibidos e punidos", sustenta o Ministério Público Eleitoral.
Diante disso, pede a cassação dos diplomas, "uma vez que obtidos ilegítima e ilegalmente, com violações flagrantes que levaram ao desequilíbrio da disputa eleitoral no Estado do Acre."
O recurso é de relatoria da ministra Cármen Lúcia 

Se desobedecer olha pra vocês no fim do mês

Obedientes ao patrão, veículos de comunicação silenciam no Acre
Numa clara demonstração de obediencia ao patrão, a maioria dos veículos de comunicação do Acre, se ativeram em não publicar absolutamente nada sobre a nota da Agência de Notícias da Justiça Federal, que apresentou recurso contra expedição do diploma do governador do Acre, Sebastião Afonso Viana Macedo das Neves, do vice Carlos César Correia de Messias, do senador Jorge Ney Viana Macedo Neves e dos suplentes, Nilson Moura leite Mourão e Gabriel Maia Gelpke.
O pedido, foi feito com base, contra os candidatos eleitos em virtude de supostos atos abusivos e ilícitos na utilização dos meios de comunicação em suas campanhas. Segundo ainda o MPE, eles teriam conduzido a linha editorial dos periódicos de grande circulação e de canais de rádio e televisão locais, fortalecendo as imagens por meio de matérias jornalísticas positivas á eles e  dirigindo críticas aos seus oponentes.
Em tempos bicudos de pautas parcas, onde uma simples nota de divulgação dando contra da suspensão de emissão de RG são publicados em todos os canais e veículos de comunicação, a justiça bem que poderia recolher os períódicos deste sábado 19, e intimar os proprietários para uma acariação sobre a procedência das denúncias apresentadas pelo MP, já que uma notícia tão relevante, sequer mereceu uma linha ou comentário. (na maioria)
Salomão Matos      

18 de fev de 2011

Acre poderá viver o que aconteceu no Egito se plebiscito do fuso horário não for respeitado 
O que aconteceu no Egito quando O ditador Hosni Mubarak foi obrigado a renunciar, depois que uma grande mobilização social foi colocada nas ruas simplesmente convocados atravês das rede sociais de internet, pode estar prestes a acontecer no Acre, contra a não aplicação da vontade do povo acreano que optou pela volta do horário antigo no estado durante plebiscito realizado no ano passado. 
Seja pelo twitter, Fecebook e até no Orkut, os internautas estão se mobilizando para protestar em contráio ás manobras que vem sendo articuladas pelas Redes de TV que ameaçam reverter a vigência do fuso horário na justiça. 
Pelas mensagens trocadas nas redes sociais na web, constam; que  “o princípio básico da democracia vem sendo literalmente quebrado e as leis não respeitam mais a vontade do povo pelo voto” 
“Se o povo acreano pelo voto escolheu pela volta do horário antigo no Acre não tiver efeito legal, os que foram eleitos para governar o estado na eleição passada tabém devem deixar o poder” 
A autoria das mensagens são na maioria via o que chamam de fake na internet, mas afirmam  que assim que for anulado o voto do acreano, que escolheu na eleição passada pela volta do horário antigo no estado, dizem sair ás ruas e invadir todos os seguimentos públicos incluindo o palácio do governo e da própria justiça federal no Acre. 
Salomão Matos

16 de fev de 2011

Governo do Acre tenta esconder casos hemorrágicos de dengue no estado

Paciente com dengue hemorrágica agoniza no PS de Rio Branco e Hemoacre se recusa a liberar bolsas de sangue à família

A servidora pública Maria da Conceição Ferreira Araújo, de 56 anos, está internada com a forma mais grave da dengue (hemorrágica), no leito 101, do Pronto Socorro de Rio Branco-AC, desde a semana passada e a família vem enfrentado uma verdadeira maratona para conseguir doadores de sangue, para repor o estoque, caso haja uma emergência.
Pelo último boletim médico repassado à família de Conceição, o quadro hemorrágico dela evoluiu bastante e suas plaquetas já estão no limite do aceitável para a sua sobrevivência: 16 milhões.
Maria Auxiliadora, irmã da paciente, informou que “os médicos alertaram também, que o quadro clínico da Conceição é tão grave que a qualquer momento ela pode começar a sangrar por todos os orifícios do corpo e nem por isso lá no Hemoacre eles liberam essas bolsas de sangue para aumentar o que eles chamam de plaquetas. Meu Deus... eu não sei mais o que fazer”, disse desesperada.
O problema maior é que os familiares de Conceição ainda não haviam conseguido os doadores de sangue até as 17:30h desta terça-feira, 15, e foram informados que o Hemoacre fechou para atendimento as 17h, e mesmo que a família consiga quem doe sangue ainda hoje, a transfusão só será possível ser feita a partir das 6:30h desta quarta-feira, 16.
Em contato com as secretarias estadual e municipal de saúde, a reportagem não conseguiu falar com os responsáveis pela área administrativa do hospital onde Conceição está internada, uma vez que no Pronto Socorro, a reportagem, ao se identificar, foi ignorada pelos servidores logo na portaria quando questionados sobre o assunto.
Nota de esclarecimento Secretaria de Estado de Saúde
Em relação à nota sobre a paciente Maria da Conceição Ferreira Araújo, internada com dengue no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco, a Secretaria de Estado da Saúde, por meio do secretário em exercício Amsterdam Sandres, informa que o estado da paciente é estável e que até o momento nenhuma solicitação de sangue foi feita porque não foi necessário.
O gerente técnico da unidade de saúde, Giovanne Casseb, informa que pela manhã desta terça-feira as plaquetas da paciente eram de 16 mil (e não de 16 milhões como informou o site, fosse assim ela já teria falecido). Segundo o protocolo do Ministério da Saúde, a transfusão só é realizada quando as plaquetas estão em 10 mil. O coordenador informa ainda que no final da tarde foram realizados novos exames e o número das plaquetas haviam subido para 52 mil e a partir de 50 mil, o paciente já pode ter alta e continuar o tratamento em casa.
Segundo a gerência do Pronto-Socorro, a paciente está respirando bem, conversando e tem alta prevista para esta quarta-feira, conforme procedimentos médicos.
Informamos ainda que nem a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde nem o secretário em exercício, Amsterdam Sandres, receberam qualquer contato deste site. Estamos à disposição para prestar outros esclarecimentos.
Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Saúde

Nota do repórter:
Senhora Mariama,
Faz-se necessário dizer, que a publicação da nota de esclarecimento em sua íntegra sobre a matéria, fora de autoria da editoria do site ac24horas e não deste repórter que acompanhou e vai continuar acompanhando o caso da senhora Conceição, até que esta paciente esteja totalmente fora de perigo e em especial longe dos sistemas de atendimento público de saúde do Acre, bem sabido, muito distante de ser de primeiro mundo como vocês bem apregoam.

Sobre os contatos que a nota diz não terem sido feitos pelo site para uma resposta do ESTADO, nem na saúde e no próprio hospital (PS), esclareço que EU pessoalmente, peregrinei com os familiares da paciente, não só pelas alas do Pronto Socorro e Hemoacre pedindo a ajuda que lhes foi negada, Digo-vos ainda, que a senhora Conceição mora ao lado da minha residência e acompanho o drama de todos os familiares dela, desde que esta contraiu dengue HEMORRÁGICA, casos graves dessa natureza que vocês e o estado tentam esconder a todo custo de toda a sociedade, sabe-se lá porque?

Por fim, bem me conhece e sabe qual ética trabalho. Sempre na luta e tentativa, muitas vezes frustrada de bem informar, esbarrando na maioria com assessores ou outros comandados do governo, para não macular à sua imagem ante a opinião pública.


Meus números de telefone são: 92068286// 3229 2516. Trabalho 24horas POR DIA e estou sempre a disposição , para ouvir (claro) o outro lado, mesmo que esses na maioria das vezes me batam com  a porta na cara, como o fizeram hoje no Pronto Socorro, quando simplesmente eu buscava a verdade.

abs.

Salomão Matos

15 de fev de 2011

Livres para o crime

Sem delegado e sem agentes de policia, presos são liberados em Porto Walter


Denúncia foi feita na manhã de hoje no programa Gente em Debate, da RDA
O radialista Davi Rodrigues, da Rádio Ocidental FM 90.1, do município de Porto Walter-AC, denunciou na manhã desta terça-feira, 15, que a única delegacia da cidade não tem agentes de policia civil e muito menos delegados.
Segundo ainda o radialista, que falou em cadeia pela rádio Difusora acreana, no programa Gente em Debater, do jornalista Washington Aquino, que pessoas presas pela PM, que cometem crimes de furto, roubo entre outros, estão sendo liberados por não ter quem registre as ocorrências.
Salomão Matos - com informações da Rádio Ocidental FM

14 de fev de 2011

PT no Acre contrata mago de auto-ajuda por R$ 160 mil para superar trauma da eleição passada

O ex deputado estadual Luiz Calixto, escreveu em seu blog, que o Partido dos Trabalhadores no Acre e o próprio governador Tião Viana, parecem ainda não ter se recuperado do "samba de peia" dado nas urnas pela oposição, durante as eleições de 03 de Outubro do ano passado.

Tanto, segundo  Calixto, foi preciso pedir ajuda de um guru, da empresa Ama Key, Desenvolvimento Educação LTDA, que se auto define como um dos maiores especialista do Brasil, em gestão, estratégia e liderança de organizações complexas de grande porte do setor empresarial e da área pública.

É lá, que estão os maiores desafios, até por uma questão de urgência e de escala dos problemas que afetam a sociedade e o planeta. Seu nome; Oscar Nokamura.

Por apenas dois dias de serviço no Acre, ministrando palestras á todos da equipe de gestão do governador Tião Viana, o “nipobrasileiro”, recebeu a bagatela de R$ 160. 555,00, conforme contrato celebrado Nº 001/2011.

"Somos especializados em inovações radicais, e não em inovações incrementais", afirma Motomura. "Não é melhorar o que existe, mas reinventar os grandes sistemas. No momento em que o grande sistema está doente, não adianta melhorar, porque só inovações radicais e reinvenções é que vão ajudar a solucionar os problemas"disse Nokamura á Rede de Tecnologia Social RTS.

Para conhecer mais sobre o mago Oscar Nokamura, confira entrevista concedida a RTS: http://www.rts.org.br/entrevistas/oscar-motomura-especialista-em-gestao-estrategia-e-lideranca-de-organizacoes/

Salomão Matos