18 de fev de 2011

Acre poderá viver o que aconteceu no Egito se plebiscito do fuso horário não for respeitado 
O que aconteceu no Egito quando O ditador Hosni Mubarak foi obrigado a renunciar, depois que uma grande mobilização social foi colocada nas ruas simplesmente convocados atravês das rede sociais de internet, pode estar prestes a acontecer no Acre, contra a não aplicação da vontade do povo acreano que optou pela volta do horário antigo no estado durante plebiscito realizado no ano passado. 
Seja pelo twitter, Fecebook e até no Orkut, os internautas estão se mobilizando para protestar em contráio ás manobras que vem sendo articuladas pelas Redes de TV que ameaçam reverter a vigência do fuso horário na justiça. 
Pelas mensagens trocadas nas redes sociais na web, constam; que  “o princípio básico da democracia vem sendo literalmente quebrado e as leis não respeitam mais a vontade do povo pelo voto” 
“Se o povo acreano pelo voto escolheu pela volta do horário antigo no Acre não tiver efeito legal, os que foram eleitos para governar o estado na eleição passada tabém devem deixar o poder” 
A autoria das mensagens são na maioria via o que chamam de fake na internet, mas afirmam  que assim que for anulado o voto do acreano, que escolheu na eleição passada pela volta do horário antigo no estado, dizem sair ás ruas e invadir todos os seguimentos públicos incluindo o palácio do governo e da própria justiça federal no Acre. 
Salomão Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário