13 de mai de 2010

O Acre de 1º mundo

Estado é acionado na justiça pelo CFM e  CRM contra médicos sem registro

O Conselho Federal de Medicina e o Conselho Regional de Medicina do Acre,. deu entrada na manhã desta quinta-feira 13, contra o Termo de Ajustamento de Conduta – TCAC- assinado pelo estado com aval do Ministério Público Estadual e algumas prefeituras do interior, para que médicos sem registro no CRM possam atuar normalmente como médicos.

O presidente do CFM, Roberto Luiz D´Avila, criticou a atitude do MPE de ser conivente com tal prática e disse que “um orgão como o ministério público que deveria combater o charlatanismo esteja sendo omisso e apoiando esse tipo de crime”, disse.

O Termo d Ajustamento de Conduta, foi firmado no ano passado como forma de suprir a carência de médicos no estado, principalmente em alguns municípios do interior, mas para D´Ávila, “essa prática coloca em risco a saúde e a vida humana e abre precendentes  para que pessoas sem nenhuma formação atuem como médicos. Entendemos a preocupação do MPE e o estado, mas um guardião da lei não pode permitir que o crime aflore”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário