9 de jun de 2011

Pedofilia

Escritor condenado por pedofilia tenta mais uma vez reduzir pena no Acre

O poeta, escritor e pedófilo Antonio Manoel Camelo Rodrigues, ativista político do PT do Acre, preso no presídio estadual Dr. Francisco de Oliveira Conde em Rio Branco, condenado por prática de pedofilia e abuso sexual contra menores, senta mais uma vez no banco dos réus, para apelar de sua sentença no processo Nº 0800016-05.2009.8.01.0000.

Manoel foi preso em flagrante em 2002 acusado de estuprar uma criança de apenas 12 anos e de exploração sexual infantil (pedofilia). Á época da prisão do escritor outras vítimas adolescentes compareceram à delegacia para prestar depoimento.

Cinco meninas na faixa etária de 11 a 13 anos, o acusaram de terem sido aliciadas e estupradas.  Manoel cultivava o hábito de filmar e fotografar as vítimas em poses eróticas.

No ato da prisão, a Polícia Federal encontrou ainda, mais de mil negativos de fotos de menores nuas, praticando sexo entre elas e com ele. Crianças de 10, 11, 12 anos de idade. Essas fotos também foram apresentadas na CPI da Prostituição Infantil do Congresso Nacional.

Salomão Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário