4 de jul de 2011

O Acre que vem dando certo


Prefeito de Porto Acre, Zé Maria (PT) investe na recuperação e abertura de ramais, mecanização agrícola e transporte da produção
Defensor da tese de que aonde existe produção o poder público deve incentivar o homem do campo levando os benefícios necessários para que continue trabalhando com a certeza da melhoria, o prefeito do município de Porto Acre, Zé Maria (PT), tem dado prioridade ao setor produtivo. Com o apoio dos governos estadual e federal, a prefeitura oferece às famílias de agricultores atendimento especial, colocando máquinas a sua disposição para a mecanização agrícola, doando calcário, assistência técnica e a conservação e abertura de ramais.

No Projeto de Assentamento Tocantins, distante da sede do município 80km, onde moram e trabalham 563 famílias, pode-se observar grande parte dos serviços que já foram realizados e os novos investimentos da prefeitura que estão chegando. E os resultados tem sido excelentes.

Plantios como de mandioca, banana e abacaxi, foram feitos em áreas beneficiadas pelo programa de destoca e mecanização agrícola.

O agricultor Teodorico Gonçalves de Oliveira Neto, conhecido por Neto, é dono de um plantio com cinquenta e cinco mil pés de abacaxi, no quilômetro 1 do Ramal Boa União, conhecido também por Ramal do Seringueiro. Ele diz que depois que a prefeitura começou a investir no ramal, ficou motivado a aumentar o plantio e investir em outras culturas. “Aqui eu trabalho além do abacaxi, com o milho, a mandioca, arroz, feijão e outras variedades de fruteiras. Com a prefeitura nos ajudando na destoca e mecanização da propriedade e arrumando o ramal, nós melhoramos a qualidade de nossos plantios e temos a certeza de que teremos como tirar a produção para garantirmos nossa renda”, disse Neto que, trabalha em conjunto com o pai e os irmãos e juntos têm mais de cento e cinqüenta e cinco pés de abacaxi e pretendem agora produzir ainda mais.

O agricultor Donizete Antonio da Costa mora no Projeto Tocantins há quinze anos. Atualmente trabalha em uma propriedade no Ramal do Seringueiro, na Reserva Cunha Gomes. Investe no plantio de feijão, arroz, café e milho.

Este ano, só de milho, Donizete Costa colheu doze toneladas de três variedades. Esta semana ele foi o privilegiado de estrear o programa implantado pelo prefeito Zé Maria que garante o transporte da produção agrícola no município. Em um caminhão adquirido pela prefeitura com recursos de emenda constitucional do então senador Tião Viana, a secretaria de agricultura transportou o milho que estava armazenado na propriedade de Donizete Costa para a cidade. “A situação do produtor rural de Porto Acre agora é outra, bem mais confortável. Graças à dedicação do prefeito Zé Maria nós podemos produzir com tranqüilidade porque sabemos que teremos o apoio do município desde o plantio até o transporte dos produtos. Isso nunca existiu. Estamos gratos por esses incentivos”, disse o produtor, revelando ainda, que antes os produtores tinham que fazer cota para pagar um tratorista particular para abrir o ramal para que a produção fosse escoada. Além de pagar caro pelo transporte.

Segundo o prefeito, o município tem mil e quinhentos quilômetros de ramais e a meta este ano é beneficiar pelo menos quinhentos quilômetros, o que significa a garantia de trafego nos principais ramais e algumas estradas vicinais. “Tenho que agradecer muito o Governo do Estado através do governador Tião Viana, O Incra e nossos parlamentares que tem tratado Porto Acre com muito carinho. Ainda tem muita coisa por fazer, mas já avançamos muito graças a essas parcerias”, diz o prefeito ao revelar que sem o apoio do Governo do Estado, Governo Federal e dos deputados e senadores, a realização de todos esses trabalhos seriam praticamente impossíveis.

Ailton Oliveira



Nenhum comentário:

Postar um comentário