18 de fev de 2012

Enchente

Rios que banham o Acre já atinge oito municípios além da capital Rio Branco
Este site está momentaneamente sendo reformulado
Aguardem. Breve voltaremos

O nível do rio Acre não pára de subir e muita água ainda deve chegar à capital acriana nas próximas horas.

Segundo o relatório diário da Defesa Civil Estadual, o nível do rio Acre amanheceu neste sábado (18), mais próximo de atingir a marca histórica de 1997, quando o manancial alcançou a marca de 17,66m e esta manhã esta medindo 16,80m em sua calha mais profunda.
Já são mais de 3 mil pessoas desabrigadas pela enchente só na capital em pelo menos oito bairros da parte baixa da cidade.

A enchente também castiga o interior do estado. Além de Rio Branco, OITO cidades acrianas, [Cruzeiro do Sul, Xapurí, Brasiléia, Epitaciolândia, Tarauacá, Assis Brasil e Sena Madureira], sofrem com a enchente.
A situação é mais grave em Assis Brasil. O rio Acre que também banha aquela cidade, alcançou a cota considerada de transbordamento (12,50m) e está marcando 13,50me, leitura feita as 8h esta manhã.

Já em Sena Madureira, o nivelo do rio Yáco continua acima da cota considerada de transbordamento (15,20m) e recebeu muito água de ontem para hoje oscilando para mais 0,21cm e na leitura feita as 6h está com 16,74m.

Em Cruzeiro do Sul, nível do rio Juruá se mantém estável mas ainda continua acima da cota de alerta (11,80m) e agora mede 12,00m.

As previsões da Defesa Civil para os próximos dias não são nada animadoras. Além das chuva que não param de cair nas cabeceiras, ocorre que com a enchente do rio Juruá no Amazonas, onde praticamente todos os rios acrianos  deságuam, oscilou para mais e esta marcando quase 20m, ocasionando o fenômeno do represamento dos rios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário