9 de jun de 2010

Só eles são os "santos" e a justiça é cega

Só PT pode fazer propaganda antecipada.. O resto é mullta.


Ao contrário dos dias anteriores, quando foram entrevistados os pré-candidatos ao senado Sérgio Petecão [PMN] e Edvaldo Magalhães [PCdoB], o ex-governador Jorge Viana, que também concorre ao cargo de senador, foi recebido pelos apresentadores do programa Toque e Retoque com tapete vermelho. Na saudação inicial a apresentadora Eliane Sinhasique fez altos elogios as duas administrações de JV e a sua pessoa. Foi a deixa para ele se sentir em casa e passar a responder as perguntas do quadro Boca no Microfone, que esta semana está fazendo uma sabatina com todos os pré-candidatos ao senado pelo Acre, que este ano elegerá dois ao cargo.

O ex-governador, apesar do apelo dos apresentadores de não citar nomes de concorrentes, gastou parte de sua entrevista levantando a bola do seu colega de chapa, deputado Edvaldo Magalhães, pendindo explicitamente votos para ele e para o comunista. Ele também não citou nomes, mas criticou candidatos que afirmaram querer o cargo para fazer oposição ao projeto da Frente Popular. No caso a referencia foi feita direcionado ao pré-candidato Sérgio Petecão.

Jorge Viana voltou a falar das velhas bandeiras: salários atrasados, esquadrão da morte, desvio de verbas públicas... e completou: “mexer nisso é perigoso”, deixando claro que o eleitor deve votar nos dois candidatos ao senado da Frente Popular. Na defesa do extrativismo, o ex-governador citou como exemplo o Seringal Cachoeira, dizendo que a melhorou e que a renda mensal, por pessoa, com borracha, castanha e madeira, chega a R$ 1 mil. “E lá as pessoas tem carros, motos, e, estão saindo da classe C para a classe media”, concluiu.

No planos futuros ele disse que está sendo previsto a implantação das ZPE. O Acre tem que trabalhar uma nova economia, uma economia moderna, de baixo carbono, uma economia sustentável.

Salomão Matos com informações de Roberto Vaz: ac24horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário