23 de fev de 2012

Membro do esquadrão da morte apela na justiça para não perder patente de militar no Acre

Consta na pauta de julgamento desta quinta-feira (23),  o  julgamento de apelação do réu Manoel Maria Lopes, (O coroinha), preso  acusado de  ser o braço forte e o homem de confiança do ex coronel da PM no Acre, Hildebrando Pascoal,  acusado de ser o chefe do Esquadrão da Morte no Acre na década de 90.
No processo Nº 0001051-62.2011.8.01.0000, Coroinha que é policial militar, é acusado pelo Ministério Público de ser um dos responsáveis pelo seqüestro de Clerisnar Alves, esposa de Agilson Firmino (Baihano), assassinado a golpes de motosserra , e apela para não perder  sua patente da corporação da PMAC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário