27 de jul de 2011

Agora quebrou dentro

...e ainda escondeu a ponta

Em nota, Ministério Público Estadual do Acre, diz não ter competencia para liberar o estádio Arena da Floresta, ou qualquer outro estadio, para a realização dos jogos do Brasileirão e que a decisão final cabe a Confederação Brasileira de Futebol-CBF. Confira teor completo da nota:

Nota de Esclarecimento

Cumpre ao Ministério Público do Estado do Acre, por sua Promotora de Justiça de Defesa do Consumidor, Alessandra Garcia Marques, esclarecer à sociedade que a escolha das praças de jogos nas quais ocorrerá o Campeonato Brasileiro são de exclusiva responsabilidade da CBF, e que ao Ministério Público, cumprindo rigorosamente o Estatuto do Torcedor, cabe apenas certificar à CBF quanto as condições de segurança e sanitária dos Estádios nos quais pretende realizar partidas, em absoluto respeito ao que está previsto no Estatuto do Torcedor. Assim, não é o Ministério Público que define onde os jogos deverão ocorrer.

Salomão Matos com informações da Agência de Notícias - MP/AC
Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário