4 de nov de 2011

As manobras do Projeto Vermelho continuam no Acre

Reunião fechada da FPA decide nome de Marcus Alexandre para disputar a PMRB

Para quem pensava que as pretensões políticas e projetos da Frente Popular do Acre para governar o estado por muito mais tempo, alem  dos fatídicos 12 anos, engana-se redondamente.

As palavras são de um membro do grupo da FPA,  que confidenciou a este blog, que o nome de Marcus Alexandre, do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre- DERACRE, foi o escolhido durante uma reunião fechada do grupo que compõe a FPA para disputar a prefeitura de Rio Branco nas próximas eleições em 2012 e não param por aí.

O acordo segundo a fonte, que pediu para não ter o nome citado na reportagem, foi de que o pré- candidato Sibá Machado (PT), teria o apoio total do grupo para disputar o senado federal em 2014 e em troca disso, retiraria o seu nome do páreo.

A também pré- candidata Perpétua Almeida (PC do B), também seria agraciada retirando o seu nome da disputa, com a garantia de que em 2014, seria a candidata a vice do hoje governador do Acre, Tião Viana, que tentará a reeleição.

A fonte revelou também a reportagem, que a comunista só aceitou a proposta, tendo em vista, em caso de vencerem a eleição para o governo, Tião Viana, renuncia ao cargo dois anos depois de assumir o governo, para se candidatar ao senado e Perpétua então assumiria o comando do executivo, por dois anos, garantindo assim aposentadoria vitalícia, Lei que ainda beneficia  ex –governadores no estado.

Ao final da reunião, ficou acertado de que tanto Sibá quanto Perpétua, se manteriam afirmando [até as prévias], serem pré candidatos, no entanto, sempre com a postura de unidade do grupo da FPA defendendo um novo nome, para tentar reunir novamente a militância petista hoje esfacelada no estado e principalmente na capital.

Alexandre, seria como Binho Marques, [candidato tampão da FPA], e assumiria a prefeitura, até transcorrer o prazo eleitoral de quatro anos, para então mais uma vez Raimundo Angelim de candidatar ao comando do executivo municipal 

Escrito por Salomão Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário