17 de dez de 2012

Crise financeira no Acre


Governo dá calote em empresa que realiza reforma em presídios de Rio Branco e funcionários estão com salário e 13º atrasados

Os funcionários da empresa Gespp Construções LTDA, [empresa contratada pelo governo do Acre], para realizar serviços de reconstrução dos presídios Francisco de Oliveira Conde e do complexo penitenciário feminino em Rio Branco estão sem receber seus salários e a primeira parcela do 13º faz mais de dois meses e a empresa alega que o pagamento dos trabalhadores ainda não foi efetuado simplesmente porque o governo do estado do Acre ainda não fez os repasses do montante na ordem de quase hum milhão de reais, tendo em vista a empresa realiza outras obras de melhoria no Parque da Maternidade e outras obras de drenagem e esgotamento sanitário na capital.
Em contato com a gerente da Gespp Construção LDTA, Maria da Conceição, disse que a situação com a falta de pagamento pelo governo ficou insustentável e eles pretendem suspendem todas as obras em andamento, tendo em vista diz que sem dinheiro não há como comprar insumos além de ficarem em situação constrangedora com os seus trabalhadores.

Para Maria da Conceição, disse que “isso jamais aconteceu com a nossa empresa. Sempre respeitamos as nossas metas de medição das obras mas o que o governo vem fazendo conosco é inadmissível. Eles (governo) nos devem em torno de hum milhão de reais. Estamos com nossos salários atrasados, encargos trabalhistas e ainda passivos de multas pela justiça do trabalho. O jeito será suspender as obras”, lamenta a gerente da Gespp.
Inconformada com a situação, a gerente desabafou dizendo que “assim é muito fácil você governar um estado e dizer que vem realizando varias obras quando na verdade não pagam ninguém. Eu respeito muito o governador , [Sebastião Viana] mas eu só posso acreditar que ele não esteja sabendo do que esta acontecendo”, disse.

Em contato com o Diretor do Instituto de Administração Penitenciária do Estado- Iapen, [órgão do governo responsável pelo contrato com a Gespp Construções], Dirceu Augusto,  ele não foi localizado para falar sobre o assunto.

Insistimos porém, falar com a assessora de comunicação do governo Andrea Zillo, desde a semana passada e apesar da mesma  ter garantido uma reposta á nossa equipe de reportagem até a manhã desta segunda feira (17), ela não retornou a nossa ligação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário