24 de set de 2009

HEMOTERAPIA NA U.T.I


Segundo o presidente da Associação dos Renais Crônicos –APARTAC- Adalberto Mendes, essa situação já se tornou comum no atendimento público do estado e que embora a situação tenha melhorado, ainda existem muitos problemas, como a demora no atendimento. “são pessoas que não podem esperar , é uma corrida contra o tempo para a vida".


Para se ter uma idéia , o setor de hemodiálise atende diariamente entre 80 e 90 pacientes ,num total de 182 pessoas que precisam fazer esse tratamento quase que diariamente dependendo da gravidade da doença, finalizou

Uma sessão de hemodiálise dura em média entre 3 e 4 horas. Para uma demanda de 90 pacientes ao dia, as máquinas funcionam quase que ininterruptamente.

Uma funcionária que trabalha no setor de hemoterapia que não quis ter o nome relevado, disse ao ac24horas que a situação é tão complicada, que as máquinas quebradas estão servindo de desmanche, ou seja, as peças das máquinas quebradas estão servindo para reposição das máquinas que ainda estão em funcionamento.
Procurada pela nossa reportagem para falar sobre o assunto, a Diretora da Fundação Hospitalar Lúcia Carla de Fátima Lima Paiva estava fora do hospital e a sua secretária disse por telefone não ter autorização para passar o número do celular dela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário