26 de mai de 2011

Em defesa da Família

Juristas, políticos e religiosos discutem mudanças em leis

No próximo sábado, (28) no colégio Alternativo, um grupo de especialistas em direito, religiosos e políticos vão debater sobre as grandes mudanças que irão acontecer na constituição com a aprovação das leis de combate a homofobia, legalização do casamento homossexual e apologia ao movimento GLBT.

O evento é uma realização do gabinete do deputado federal Henrique Afonso (PV), o 2º vice presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família. Para o parlamentar “nunca a família brasileira foi tão atingida no intuito de ter os valores desconstruídos. Várias ações políticas até mesmo consideradas inconstitucionais estão banalizando a vida humana, e a sociedade num geral precisa entender o que está acontecendo, não só do ponto de vista religioso, cristão, mas também referente as questões do direito, por isso estamos realizado vários seminários que abordam o tema família e vamos encerrar o evento com uma grande noite de clamor em defesa da família brasileira em frente ao Palácio Rio Branco” declarou Henrique Afonso.

Um dos coordenadores do evento, o advogado e pastor Ildson Viana esclarece que a intenção da semana não é combater os projetos de leis, mas sim fazer com que toda a sociedade conheça verdadeiramente a PL que tramita na câmara federal. “Queremos mostrar os principais valores familiares, e sobretudo abordando o direito e a família. Na questão da PL 122 vários juristas já encontraram 14 inconstitucionalidades, esta é a “lei do previlégio”, percebemos que os adeptos do homossexualismo estão sendo privilegiados em detrimento aos heterossexuais, e através dos seminários vamos abordar profundamente estas temáticas” disse o pastor.

Durante o evento vai acontecer a condecoração das bodas de ouro, onde vários casais que completaram 50 anos de casados serão homenageados. Na segunda-feira, (30) o evento se encerra em frente ao Palácio Rio Branco, com a participação de várias igrejas da capital e a participação do cantor gospel Marcelo Aguiar. 

(Assessoria do Parlamentar)


Nenhum comentário:

Postar um comentário