5 de mar de 2011

Sejam bem vindo irmãos!

Haitianos ganham visto provisório e já podem viver no Brasil


O Governo do Estado anunciou no final da tarde de ontem 04, que os haitianos que estão abrigados na cidade de Brasiléia tiveram o seu visto provisório de entrada no Brasil aceito pelo governo brasileiro. A partir de agora, os haitianos poderão transitar pelo país, tirar documentos e conseguir trabalho.

O secretário de Estado de Direitos Humanos, Henrique Corinto Moura, explica que ao todo, 154 refugiados haitianos deram entrada na delegacia de Polícia Federal de Brasileia no pedido de visto provisório. Eles entraram no Brasil pela cidade de Assis Brasil, que faz fronteira com o Peru. Desde então, aguardavam a resposta brasileira abrigados em instalações improvisadas cedidas pela prefeitura de Brasileia e pelo governo do Estado.

“O governador Tião Viana tomou conhecimento da presença dos haitianos em solo acreano logo no início de janeiro, quando estava em visita ao interior do Estado. Imediatamente ele determinou que fossem tomadas providências para garantir apoio a eles durante o período em que estivessem aguardando a autorização do visto de entrada no país. E assim foi feito”, disse o secretário.

Desde que o visto foi liberado, grande parte dos refugiados já deu entrada nos documentos, entre eles o Cadastro de Pessoa Física (CPF) da Receita Federal e à  Carteira de Trabalho Profissional (CTPF). Henrique Moura afirmou que alguns deles já se dirigiram à Rondônia e estão sendo contratados pelas empresas de construção civil que executam as obras das usinas hidrelétricas no rio Madeira. “Já temos conhecimento que essas pessoas já foram contratados por essas construtoras, haja vista que há uma grande demanda de mão-de-obra naquele Estado”, completou.

Henrique Corinto disse que a informação que se tem é que a maioria dos refugiados quer ir para outros Estados à procura de trabalho e de um novo recomeço no Brasil. Outros, no entanto, devem ficar no Acre e já estão conseguindo emprego em empresas locais.

Haitianos receberam apoio do governo do Acre

O secretário Henrique Corinto, que manteve reunião com o governador Tião Viana para lhe informar sobre todo o andamento do processo que culminou com a aprovação dos vistos provisórios, disse que a atuação do governo do Estado foi fundamental para que os haitianos agora possam ter passe livre pelo Brasil.

Foi o Estado que encaminhou a documentação dos refugiados ao governo federal, bem como providenciou o atendimento de saúde e a manutenção básica de todos. O secretário destacou ainda que o apoio da prefeitura de Brasiléia e da paróquia daquela cidade, através do padre Crispim, foi fundamental para a conclusão do processo.

Os haitianos vieram para o Brasil em busca de melhores condições de sobrevivência, haja vista que o Haiti foi arrasado depois do terremoto de 7 graus na escala Richter. O terremoto aconteceu no dia 12 de janeiro numa região distante 25 quilômetros da capital, Porto Príncipe. O número de mortes registradas na catástrofe não foi estimado com precisão e pode ter chegado a 100 mil. Cerca de 3 milhões de pessoas foram afetadas. 



Da Agência de Noticias do Governo do Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário