2 de jun de 2011

Ói... alguem vai fazer algo

Defensoria e MPE vão ajuizar ações contra empresas de telefonia

Depois de constantes interrupções no serviço que tem prejudicado a população de Cruzeiro do Sul, a Defensoria Pública da cidade, entrará com ação individual em favor de clientes prejudicados. Ministério Público vai mover ação coletiva, também pedindo indenização e melhorias no serviço.

Serão por etapas, as ações individuais que a Defensoria Pública de Cruzeiro do Sul, vai mover contra as empresas. No próximo sábado, dia 4, o defensor público, Celson Araújo Rodrigues, convida os clientes da Empresa Vivo, que sentiram prejudicados e que ganham até 4 salários mínimos, a comparecer no órgão, para dar entrada nos pedidos de indenizações por danos morais. 
Nos próximos sábados, os consumidores de outras empresas que se sentiram prejudicados, também estarão sendo convidados a comparecer no órgão com a mesma finalidade.

“Houve dezenas de interrupções no serviço da vivo, desde o ano passado e a empresa em nenhum momento, esclareceu que está tentando melhorar o serviço. Não foi dada nenhuma satisfação para a população. Diante disso, a gente não teve outra forma, se não pra chamar as pessoas prejudicadas pra ajuizar as ações, por danos morais. Será uma semana pra cada empresa, todo sábado”, explica o defensor público, Celso Araújo Rodrigues.   

O promotor de justiça, Rodrigo Fontoura, que atua na área dos direitos difusos e coletivos, diz que o Ministério Público também vai ajuizar uma ação coletiva que leva mais tempo para ser julgada, pedindo indenização e melhorias no serviço. O promotor explica ainda, que os clientes prejudicados também podem procurar diretamente o juizado especial e de forma individual, sem precisar de advogado, pode fazer sua reclamação.

Da Tribuna do Jurua

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário