27 de jun de 2011

Filho da pauta


 
Escrever diariamente é uma tarefa fácil para quem já é bitolado a colar no papel somente o que lhes mandam.

Difícil mesmo é criar suas próprias fontes e brigar contra o sistema para que suas idéias sejam de conhecimento da sociedade sem a intervenção do governo.

Me sinto triste e as vezes até envergonhado de fazer parte de uma categoria , na sua maoria no Acre que arreiam literalmente as calças e abaixa a cabeça com medo de ser perseguido. se rendem e se vendem aos "poderosos" que mandam na política e neles (as). A coisa chega a tal ponto, em muitos casos, se acertar um chute entre as pernas do executivo ou do legislativo, ficariam sem um dente na boca.

Ainda prefiro ser filho da minha pauta do que ser filho da outra.

Salomão Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário