17 de mar de 2011

Fronteira interditada

Sem combustível e gás de cozinha bolivianos fecham ruas na fronteira do Acre


Um grupo de pelo menos 300 bolivianos que trabalham como moto-taxistas naquele país, fecharam em protesto na manhã desta quinta-feira, 17, todas as ruas do Departamento de Pando, na fronteira do Acre com a Bolívia.
O protesto generalizado, é motivado segundo os manifestantes porque falta combustível e gás de cozinha na Bolívia, faz mais de uma semana.
Brasileiros acreanos que encontra-se na Bolívia também não podem sair. Pelas informações da Rádio Difusora Acreana, ninguém entra ou sai do país, sendo que a fronteira foi interditada.
Salomão Matos, com informações da Rádio Difusora Acreana

Nenhum comentário:

Postar um comentário