16 de mar de 2011

Polêmica continua

Senador apresenta projeto para volta de antigo fuso horário ao Acre 
O senador Pedro Taques (PDT-MT) apresentou ontem (15) um projeto para promover o retorno do antigo fuso horário do Acre (duas horas a menos em relação a Brasília).
A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), em reunião no último dia 2, chegou ao entendimento de que essa iniciativa era necessária para fazer valer o referendo popular realizado no Estado que decidiu pela volta do antigo horário.

O fuso horário atualmente em vigor --de uma hora a menos em relação a Brasília-- foi implantado por lei resultante de projeto apresentado pelo ex-senador e atual governador do Acre, Tião Viana (PT).

A polêmica começou depois que, em 2008, foi sancionada lei que adiantou os relógios para uma hora a menos em relação ao DF. Diante da insatisfação da população com a mudança, foi realizado em outubro referendo para consultar a população do Estado sobre a mudança. No total, 56,9% dos eleitores do Estado escolheram retornar ao horário original.

À época do referendo, emissoras de televisão se posicionaram contra o atraso em uma hora, que as obrigaria a ajustar a grade de programação exclusivamente para o Estado para se adequar à classificação de horário por faixa etária.
Com informações da Agência do Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário