16 de mar de 2011

Os bandidos agradecem

Desdobramentos do Caso Pinté revelam crise sem precedentes na segurança pública do Acre

Novos delegados estão entregando os cargos, alegando baixos salários e principalmente a falta de estrutura nas delegacias espalhadas pelo Acre.

Depois do racha na Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Acre- ADEPOL/AC, provocado pela atuação dos delegados responsáveis pelo Caso Pinté, apareceram os primeiros vestígios de uma crise que se desenha dia-a-dia, dentro da Secretaria de Polícia Civil.

Segundo informações de agentes e delegados que procuraram a reportagem de ac24horas, de Janeiro de 2010, até março de 2011, seis delegados de Polícia Civil no Acre, que ingressaram nos quadros da instituição no ultimo concurso, já entregaram os cargos, outros cinco estão na eminência de deixaram os postos, tudo por conta dos baixos salários e falta de estrutura oferecida pela Secretaria Estadual de Polícia Civil – SEPC.

De acordo com os agentes que não quiseram se identificar [por medo de represálias], os delegados que pediram exoneração dos cargos prestaram concursos em outros estados e já assumiram seus postos, deixando o Acre, movidos pela revolta com alguns procedimentos adotados pelos dirigentes da segurança pública no Estado. Confira matéria completa: http://www.ac24horas.com/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=16443:desdobramentos-do-caso-pinte-revelam-crise-sem-precedentes-na-seguranca-publica-do-acre&catid=35:manchete&Itemid=133

Nenhum comentário:

Postar um comentário